A carne vegetal já é uma realidade nos Estados Unidos, produzida a partir de plantas com sabor e valor nutricional da carne real. As empresas Beyond e Impossible Foods que tem como investidor nada mais nada menos que o bilionário Bil Gates, despontam na frente usando proteínas de ervilha, soja, trigo, batatas e óleos vegetais para imitar a textura e gosto da carne animal.

A nova fábrica da Beyond Meat situada na Califórnia, tem 2400 metros quadrados e ja vendeu mais de 25 milhões de hambúrgueres em 30.000 lojas e restaurantes.

Apesar de comer muita carne vermelha traga muito riscos a saúde, desde de doenças cardíacas a certos câncer. Trás também, grandes prejuízos ao meio ambiente como desmatamento de áreas florestais para criação de pastagens, além de contribuir para o efeito estufa na atmosfera por emissão de gases indesejáveis. Mas mesmo assim, as pessoas gostam e comem. Ninguém come carne pensando que a carne é proveniente de um animal de uma vida, simplesmente comem por adorarem.

Quando estou na praça de alimentação de um shopping, onde as grandes redes de fast food como McDonald’s e a Burger King se fazem presente, olhamos nas mesas pessoas felizes comendo, adivinhem o que? Hambúrguer, o que mais se consome são os queridos hambúrgueres. Os brasileiros são viciados em hambúrguer. Eu iria mais longe o mundo todo adora hambúrguer.

Pensando nesse seguimento e trazendo consigo a preservação da saúde e da natureza a Beyond Meat, produtora de carne a base de vegetais, está conquistando mais e mais os americanos e agora alguns países europeus. Segundo alguns consumidores, o hambúrguer Beyond Meat, tem a mesma textura e sabor da carne vermelha, e até sangra.

A Beyond Meat conta com investidores famosos como Bill Gate, Leonardo DiCaprio e imaginem até o ex-CEO da McDonald’s Dom Thompson. Os produtos da Beyond Meat são encontrados nas maiores redes de supermercados americanos, fast foods, restaurantes e até em grandes hotéis.

De acordo com uma análise do Centro de Sistemas Sustentáveis da Universidade de Michigan, um hambúrguer da Beyond Meat provavelmente geraria 90% menos emissões de gases do efeito estufa do que um hambúrguer convencional feito a partir de carne animal.

A Organização da Nações Unidas (ONU) acredita que em 2050 a população mundial chegue a 9,8 bilhões de pessoas. Já prevendo que essas pessoas fiquem mais ricas elas irão comer mais carne animal. Haverá então, mais desmatamento de florestas para criação gado, menos oxigênio e mais gases indesejáveis na atmosfera.

Para ter um planeta saudável, não devemos agredir a natureza, como ainda o fazemos, é necessário que nós, seres humanos, tenhamos a responsabilidade, e uma consciência maior da sua preservação, acabando de uma vez com emissão de gases indesejáveis para atmosfera, preservando as florestas, flora e fauna, rios e oceanos e trocando toda frota de carros a combustão pelos carros elétricos.

Com a carne vegetal as emissões de gases diminuirão, protegendo mais as camadas atmosféricas do planeta, mas será difícil tirar o hábito de comer carne animal. Há de convir que a conscientização das pessoas com a preservação da natureza pode prevalecer e os hábitos mudarem radicalmente, isso só o tempo dirá.

Produtos da Beyond Meat https://www.beyondmeat.com/products/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome aqui